*Finalmente Aconteceu: A Monsanto (agora Bayer) Comprou Blackwater

a a a a a Monsanto

Se alguma coisa faltava a corporação nefasta Monsanto, era um exercito para-oficial de assassinos assalariados.

Monsanto agora é a corporação “Umbrella” de Resident Evil, porém, no mundo real.

A Monsanto controla boa parte da produção mundial de alimentos, investe na indústria farmacêutica e fabrica armas nucleares e biológicas.

Assim revela o reporter “Jeremy Scahill” para “The Nation“, onde expõe que o maior exercito mercenario do planeta, (conhecido antes como Xe Services e mais recentemente, “Academi”) foi incorporado pela monsanto.

O serviço criminal de inteligencia Blackwater foi vendido à corporação transnacional Monsanto.

Blackwater mudou seu nome em 2009 após incontaveis denúncias internacionais por violações as leis, e por haver adquirido fama por seus massacres de civis no Iraque e outros países.

Não obstante, a Blackwater continua sendo o maior contratada do departamento de estado norte americano, atua como uma agencia secreta de serviços de segurança privada que pratica terrorismo de estado de forma sutil, sendo que os governos onde ela atua não conseguem provar seus atos.

A Political Blind Spot denunciou que: Muitos agentes da cia e ex militares trabalham para Blackwater ou companias relacionadas.

Estes mercenários vendem seus serviços que vão desde informação ilegal, até inteligencia de infiltração, lobismo politico e treinamento paramilitar para governos, bancos e corporações multinacionais.

De acordo com Scahill, os negocios com a Monsanto, Cevron e gigantes financeiros como o Barclays e o Deutsche Bank, se canalizam através de duas empresas cujo proprietário é Erik Prince, Total Intelligence Solutions e Terrorism Research Center.

Cofer Black, um dos dietores conhecido por sua brutalidade quando ainda era diretor da Cia, foi quem fez os contatos iniciais com a Monsanto em 2008, sendo o cabeça da Total Intelligence. A Monsanto contratou seus serviços para espiar e infiltrar orgnizações de direitos humanos, de direito de animais, e ativistas anti-transgênicos, para influenciar e controlar outras organizações biotecnologicas e farmaceuticas.

A Monsanto é acusada por algumas organizações de alguns paises por cometer crime contra jornalistas, ativistas, e politicos que se oponham aos seus planos de expansão.

Ao ser contatado por Scahill, o executivo Kevin Wilson da Monsanto recusou fazer comentários, porém mais tarde foi confirmado ao The Nation que a Monsanto havia contratado a Total Intelegence durante 2008 e 2009, segundo a Monsanto, só para efetuar serviços de informação pública de seus opositores.

 

Continue a ler em espanhol, na íntegra:

http://centrodeperiodicos.blogspot.com.br/2016/04/y-finalmente-lo-hizo-monsanto-compro.html

Sobre:

Jeremy Scahill

Jeremy Scahill é um dos três editores fundadores da Intercept. Ele é um repórter investigativo, correspondente de guerra, e autor dos livros mais vendidos internacionais sujos Wars:

O mundo é um campo de batalha e Blackwater: The Rise o exército mercenário mais poderoso do mundo.

Ele relatou do Afeganistão, Iraque, Somália, Iêmen, Nigéria, a ex-Jugoslávia, e em outros lugares em todo o mundo.

Scahill tem servido como o correspondente de segurança nacional para o país e para Democracy Now!.

O trabalho de Scahill provocou várias investigações do congresso estadunidense e ganhou algumas das maiores honrarias do jornalismo internacional.

Ele foi duas vezes premiado com o prestigiado Prêmio George Polk, em 1998, para a comunicação externa e em 2008 para a Blackwater.

Scahill é produtor e escritor do filme premiado “Sujos Wars”, que estreou no Sundance Film Festival de 2013 e foi nomeado para um Academy Award.

HISTÓRICO:__________________________________________________________e abril de 2016

Matthew Cole , um repórter no Intercept, discute a investigação que expôs ex-CEO da Blackwater, Erik Prince e seu plano para criar sua própria força aérea privada para usar em partes da África. Em “Eco Papa Exposed: Inside Erik Prince Treacherous esforço para construir uma força aérea privada”, ele e co-autor Jeremy Scahill revelar como príncipe planejado para modificar espanadores de fabricação americana de culturas Thrush 510G para ser usado em operações paramilitares no Sudão do Sul e em outros lugares.https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.wnyc.org/people/jeremy-scahill/&prev=search

________________________________________________________

12 de abril de 2016

Erik Prince, o ex-chefe da firma de mercenários Blackwater, agora é o CEO do Grupo de Serviços de Fronteira (FSG), que fornece serviços de logística e aviação para empresas chinesas em África.
Um novo relatório do The Intercept mostra que o príncipe tem procurado equipar aviões agrícolas com equipamento de vigilância e armas, e exportá-los para o Sudão do Sul. Mas, para isso, ele teve que fugir da detecção de países europeus e sua própria empresa.FSG é uma empresa de capital aberto em Hong Kong que não mediar oficialmente ou fornecer serviços de defesa. Em um comunicado emitido em 30 de Março, 2016, a empresadisse : “FSG teve políticas de linha brilhante contra a prestação de serviços de defesa que nos envolva pessoas ou tecnologia dos EUA.”Mas um funcionário Airborne Tecnologia, uma empresa austríaca, que não é nomeado na investigação, disse o príncipe encomendou a empresa para anexar equipamentos de vigilância exclusivo para duas aeronaves Thrush juntamente com metralhadoras, armaduras e outras armas.https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.wnyc.org/people/jeremy-scahill/&prev=search

________________________________________________________

25 de março de 2016

Depois de 11 de setembro ataques terroristas, centenas de norte-americanos contratados militares invadiram o Oriente Médio lucrar novo conflito dos Estados Unidos no Iraque. Erik Prince, em seguida, o fundador da empresa de mercenários Blackwater agora extinta, foi um deles. Depois de crescer com um pai bilionário, ele juntou os EUA Navy Seals em sua própria vontade e fez-se uma espécie de peça indispensável no American “Guerra ao Terror”.
Blackwater tornou-se um nome familiar em 2004. Na época, os americanos assistiu com horror quando quatro dos empreiteiros da empresa foram atacados e seus corpos foram mutilados e arrastado pela cidade iraquiana de Fallujah.Ações judiciais contra a empresa seguiu, e, eventualmente, assumiu um nome diferente antes de ser adquirida por um grupo de investidores privados em 2010. Mas Erik Prince continuou a sua missão para o lucro e ganhar na Guerra ao Terror.

https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.wnyc.org/people/jeremy-scahill/&prev=search

________________________________________________________

22 de outubro de 2015
Jeremy Scahill discute os papéis Drone , a série recentemente publicado pelo The Intercept .O Intercept obtido um cache de documentos secretos através de uma denúncia que revela o funcionamento interno de programas de drones militares dos EUA no Afeganistão, Iêmen e Somália. Apesar das alegações do governo Obama que drone ataques são precisos e minimizar as baixas civis, estes documentos revelam que para cada pessoa alvo de drones, seis pessoas indesejadas também são mortos.

https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.wnyc.org/people/jeremy-scahill/&prev=search

_____________________________________________________

A Yemeni boy walks past a mural depicting a US drone and reading ' Why did you kill my family' on December 13, 2013 in the capital Sanaa.

 

AS DIRETRIZES DO GOVERNO ESTADUNIDENSE PARA ROTULAR VOCÊ COMO UM TERRORISTA:
Cerca de 680.000 pessoas estão atualmente listados no Banco de Dados de Controle Terrorista do governo dos EUA. Mas, de acordo com documentos obtidos pelo The Intercept, mais de 40 por cento das pessoas têm “nenhuma afiliação grupo terrorista reconhecida.” Os documentos também revelam que a administração Obama tem supervisionado uma expansão sem precedentes do sistema de triagem de terroristas.Jeremy Scahill discute o alcance da a lista de relógio e os “elásticos” maneiras que as pessoas muitas vezes acabam em que ele é o autor dos artigos “. Assista Commander: Secret Terrorist-Tracking sistema de Barack Obama, pelos números ” e ” lista negra: o Livro de Regras governo secreto para a rotulagem Você um terrorista.https://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.wnyc.org/people/jeremy-scahill/&prev=searchhttps://translate.google.com.br/translate?hl=pt-BR&sl=en&u=http://www.wnyc.org/people/jeremy-scahill/&prev=searchOBS.: COM AS ULTIMAS NOTICIAS DIVULGADAS EM QUE: A BAYER TERIA COMPRADO A MONSANTO, A BAYER PASSA A SER DONA DE UM DOS MAIORES EXERCITOS PARTICULARES DO PLANETA.Leia: Bayer compra a Monsanto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s