*Para a vitória da resistência dos movimentos populares na Turquia e Curdistão

Manifesto: Para a vitória da resistência dos movimentos populares na Turquia e Curdistão

Extraído do site: http://www.alasbarricadas.org/noticias/node/34849?utm_source=twitterfeed&utm_medium=twitter

Para a vitória da resistência dos movimentos populares na Turquia e Curdistão

Como é sabido, o Curdistão turco (Bakur em curdo) viveu várias semanas de guerra de baixa intensidade. É um conflito, por um lado entre o estado turco – liderado pelo nacionalista e islâmico AKP, Recep partido Erdogan – e os curdos e à esquerda turca por outro. O conflito começou sob o falso pretexto de combater o Estado Islâmico, que é conhecido por operar a partir de Turquia há anos, mesmo com a cumplicidade do próprio estado turco. Portanto, essas operações contra os jihadistas têm levado a uma guerra aberta contra toda a oposição de esquerda, tanto turca como a curda.

Grupos e organizações que assinam este documento condenam a repressão contra as aldeias, bairros e comunidades que se recusam a viver sob um regime opressivo indigno. Ela inspira um profundo respeito a capacidade de movimento de curdos e turcos para executar uma brava resistência, capazes não só de responder golpe por golpe aos ataques das forças armadas turcas, mas também para estabelecer o auto-governo popular, onde quer que a luta seja dirigida para isso. A este respeito existem várias cidades, vilas e bairros que proclamaram auto-governo (democracia diréta) do povo como Varto, Silopi, Silvan, Cirze, Semdinli, Dogubayazit … e outros lugares que são regidos por um povo que se recusa a reconhecer a autoridade de governo do AKP, que visa mudar a Constituição para dar plenos poderes ao Presidente Erdogan.

Notamos que os auto-governos não são projetados para durar muito tempo necessariamente, mas os curdos e a esquerda turca em questão seguem resistindo e lutando, estão cientes que o desafio imediato será; unirem-se contra a fúria do estado turco.

Em algumas regiões são assembléias, em outras são partidos políticos curdo (BDP e HDP), outras são guerrilhas curdas (HPG) para movimento de libertação. Ou ainda,  como no distrito rebelde de Gazi – Istambul o próprio movimento popular revolucionário local que dirige o contra-poder, na medida de suas possibilidades. Todos estes exemplos e muitos outros, nos fazem crer que os curdos e a esquerda turca segue forte e organizados em todos os níveis.

Achamos que o seu exemplo de luta e dignidade devem reivindicar-se, da mesma forma que fazemos com outros – Federação de Estudantes Libertários por exemplo (organização estudantil no estado espanhol) mais conhecido entre os movimentos populares e os acontecimentos históricos da esquerda européia. O conflito propagou-se e deixou de ser um ato local contra-poderes para varias regiões que regem os territórios em resistência. Com todo o potencial que isso implica.

A melhor maneira de mostrar solidariedade, é a sensibilização mundial dos massacres cometidos pelo governo turco no Curdistão e sua conivência com o Estado islâmico, e na medida de nossas possibilidades,  protestar tão obtusamente e também apoiar os esforços humanitários dirigidos a aquelas regiões. Estas regiões são o lar de centenas de milhares de pessoas que fugiram das guerras no Iraque e na Síria, muitas dessas pesssoas agora estão cruzando a Grécia, escandalizando com este ato imigratório uma Europa cega para os graves problemas que a sua política imperialista tem causado nos últimos anos.

Finalmente, temos que apoiar a situação do poder popular em curso, desejando que possa se estender a novas areas, bem como apoiamos a greve de fome dos presos políticos curdos nas prisões turcas.
Assinado:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s