*Ataque incendiário às obras do metro de Santiago-Chile

as pequenas ações contra o sistema não são somente importantes na medida em que possam contribuir para a destruição do sistema, mas também na medida em que contribuam para a formação de indivíduxs livres, preparadxs, conscientes das suas capacidades e limitações, valentes e capazes de lutas pelo que pretendem” (Anti-tecnologia 2009)

Reivindicamos o atentado incendiário às obras de construção da futura linha 6 do metro de Santiago, a 7 de Abril; atacámos este representante do progresso tecnológico-social com um dispositivo incendiário de activação química.

As consequências nefastas da expansão tecno-industrial não serão toleradas sem a necessária resposta, andamos atentxs aos seus armazéns, supermercados, zonas de expansão urbanas, predação da natureza selvagem nas suas mais extensas formas, atacamos, atacaremos nos campos e nas suas cidades, defenderemos com garras e dentes o que se puder para a defende e a nós mesmxs.

Enviamos uma calorosa saudação a Natália e a Javier.
Força aos/à companheirxs Juan, Nataly e Guillermo em greve da fome.

Contra a civilização! pela defesa de tudo aquilo que temos estado a perder!

Grupo Kapibara FAI-FRI

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s